Município de Itajaí participa de visita técnica para acompanhamento das obras do Complexo Madre Teresa

Nova ala do Hospital Marieta Konder Bornhausen vai ampliar em 70% os serviços de saúde para a cidade e região

0
35

O Município de Itajaí, por meio do Gabinete do Prefeito e da Secretaria de Saúde, participou de uma visita técnica ao Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen na noite do último domingo (10). O objetivo do encontro, que teve a presença de representantes do Governo do Estado, foi conferir o andamento das obras do novo complexo Madre Teresa. A nova ala contará com 241 leitos e 70% a mais de serviços para Itajaí e região, tornando a instituição estadual a maior de Santa Catarina.

Em junho, o Estado confirmou o repasse de R$ 40 milhões para instalação de equipamentos e mobiliário no novo Complexo Madre Teresa, que já recebeu investimentos de R$ 95 milhões. A ampliação contará com Urgência e Emergência, Centro de Diagnóstico por Imagem, Ambulatório, Banco de Leite, 241 leitos de internação, 20 leitos de UTI Adulto, 10 de UTI Neonatal, 10 leitos de Unidade de Cuidados Intensivos, 12 salas cirúrgicas, sendo 3 obstétricas, Central de Materiais Esterilizados e Unidade de Alta Complexidade Oncológica.

“Essa visita foi muito importante para avaliarmos o andamento das obras do Complexo Madre Teresa, tão esperado para melhoria do atendimento hospitalar na cidade e região. Além disso, o Hospital Marieta apresentou outras demandas importantes, como as cirurgias eletivas e a situação do pronto socorro, para análise do Governo do Estado”, ressalta o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Durante a visita, também foi avaliada a situação das cirurgias eletivas. Ao todo, são feitos 260 procedimentos eletivos por mês no Hospital Marieta, além de 950 cirurgias de urgência e emergência. A intenção é dobrar o número de cirurgias eletivas para agilizar o atendimento da população.

Outro tema tratado foi a ampliação da estrutura do pronto socorro do hospital. A reivindicação é que o Estado reveja a classificação das portas de entrada da instituição e a forma de custeio dos procedimentos, garantindo melhores condições de atendimento aos moradores.

“O Município está preocupado com a situação do pronto socorro do Hospital Marieta, que recebe pacientes de Itajaí e toda região. Estamos buscando uma solução junto ao Estado e estudando de que forma podemos ajudar também”, reforça o secretário municipal de Saúde, Emerson Duarte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui