Revitalização no prédio da comarca de Balneário Camboriú promove melhorias e gera economia

0
39

O prédio do Fórum Central da comarca de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, passou por diversas melhorias nos últimos dois anos. A mais recente, de acordo com a Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA) do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC), foi a repintura global das fachadas, concluída em dezembro.

Com um investimento total de R$ 190 mil, a obra foi realizada pela empresa JM Gato, detentora do contrato de manutenção predial que atende a região, e contou com o acompanhamento e coordenação da equipe de Engenharia da Divisão de Manutenção Predial de Primeiro Grau e do chefe de secretaria do foro daquela comarca, Eduardo Paszcuk.

Além da repintura externa, o prédio teve ainda a cobertura totalmente reformada entre 2019 e 2020 com substituição parcial da estrutura e de todo o telhamento, com valores empreendidos da ordem R$ 250 mil, e a complementação da pavimentação do estacionamento para os servidores.

Ainda em 2021, segundo o engenheiro civil Everton William Tischer, diretor da DEA, também pelo contrato de manutenção e adequação predial, foram realizados diversos ajustes internos na edificação para abrigar as unidades das Varas da Família, Infância e Juventude, já considerando a previsão de reforma global da edificação que abrigava aquelas unidades, obra iniciada em setembro do ano passado. “Com a realocação provisória das unidades ao prédio central, o TJSC está economizando os custos de locação que seriam necessários em razão da obra de reforma da outra edificação, a qual está a todo vapor e tem previsão de conclusão para início do próximo ano de 2023”, observa.

O projeto da reforma do Fórum das Varas da Família, Infância e Juventude de Balneário Camboriú engloba todos os espaços físicos da edificação, uma área de 1,7 mil metros quadrados, com a possibilidade de implantação de três varas judiciais, com áreas exclusivas para o Ministério Público e OAB-SC. O Poder Judiciário de Santa Catarina investirá R$ 4,8 milhões na reforma global da estrutura, obra sob responsabilidade da empresa 3D Construções e Comércio Ltda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui