Instagram do PJSC conquista 50 mil seguidores e alcança um milhão de contas em apenas três anos

0
63

Lançado há apenas três anos, o Instagram do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) – @tjscoficial – conquistou 50 mil seguidores e é hoje o que detém a 4º maior audiência do Judiciário brasileiro, atrás apenas do Tribunal de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás. Nas redes sociais, chamar atenção é relativamente fácil. O difícil é captar a audiência com conteúdo de qualidade, de interesse público e que desperte a curiosidade das pessoas. Mais difícil ainda é fazer com que os seguidores se sintam parte de uma comunidade, na qual se compartilham valores comuns.

​Outro ponto surpreendente desta marca é que nenhuma publicação foi impulsionada. Ou seja, nenhum post foi promovido (com dinheiro público) para que atingisse mais pessoas. Assim como em outras mídias digitais, é possível patrocinar os posts – estratégia comum em instituições e quase todas as grandes empresas.  O TJ decidiu crescer sem investimento financeiro, de forma orgânica, algo incomum de acontecer nesta velocidade. Para quem não é habituado às redes, isso não tem nenhuma relação com a compra de seguidores.

Antes de lançá-lo, a assessoria de comunicação fez uma ampla pesquisa, elaborou um conjunto de estratégias e definiu a identidade visual, os ícones, a linguagem e os valores da Instituição que seriam reforçados e publicados no perfil.   O Insta do PJSC usa todas as ferramentas disponíveis na plataforma, com linguagens específicas para cada uma delas: feed, stories, IGTV e reels – aliás, neste último, o campeão de audiência foi o perfil do engraxate Rafael Digueta, símbolo de superação e dedicação ao trabalho. As séries também merecem destaque, duas das quais repercutiram em todo o Brasil: uma sobre adoção e outra sobre violência contra a mulher.

Além do conteúdo, há uma grande atenção à arte gráfica, a diagramação, às cores de cada post. Segundo a jornalista Karina Schovepper, “o objetivo é desenvolver, cada vez mais, uma linguagem assertiva, acessível, que se comunique de forma clara com o público interno e externo”. “Desde o começo, nossa missão foi aproximar o Poder Judiciário das pessoas e fazer com elas tenham mais conhecimento sobre seus direitos e sobre o funcionamento da instituição”.

Esta foi a orientação do ex-presidente Rodrigo Collaço e é a do presidente Ricardo Roesler, que estabeleceu três eixos fundamentais em sua administração: integração, informação e inovação. “Estes pontos”, segundo Roesler, “estão diretamente conectados com uma comunicação eficiente e dinâmica”.

No último ano, os posts que mais repercutiram foram temas relacionados aos Direitos Humanos, prêmios recebidos pelo PJSC e matérias de todas as esferas do Direito, algumas delas com temas curiosos e inusitados.  Ao todo, no período, o Insta do Tribunal alcançou mais de um milhão de contas. “E é só começo”, aposta Karina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui