Coordenadoria de Trânsito de Itajaí segue com a fiscalização no trânsito local

0
98
Foto ilustrativa

A Coordenadoria de Trânsito de Itajaí (CODETRAN) realizou diligência, no dia de hoje (29/11), a fim de autuar os proprietários de diversas motocicletas estacionadas em localização considerada inapropriada. Elas estavam estacionadas na Avenida Sete de Setembro, e, de acordo com a Coordenadoria, ocupavam vaga para automóvel.

Logo após às autuações uma série de publicações inundou as redes sociais com críticas as mais diversas. E, entre elas, o questionamento sobre o porquê de as motos estarem sendo autuadas, pois, de acordo com os seus usuários, as vagas naquelas imediações são insuficientes a todos os que requerem o uso do espaço público.

As informações foram levadas ao conhecimento do coordenador da CODETRAN Itajaí, Robson Allan Costa, que não soube precisar quantas vagas estão disponíveis para motocicletas ao longo daquela Avenida, mas, no entanto, destacou que as ações desencadeadas pela coordenadoria estão respaldadas pelo Código de Trânsito Brasileiro que, no seu art. 181, XVII destaca: “Estacionar em desacordo com as condições regulamentadas especificamente pela sinalização (placa – Estacionamento Regulamentado): Infração – grave; Penalidade – multa; Medida administrativa – remoção do veículo”.

Uma das publicações destacava a curiosidade de um internauta que questionou o estacionamento da moto utilizada pela própria coordenadoria em espaço considerado irregular na mesma operação. Questionado pela nossa redação, o coordenador voltou a demonstrar o respaldo legal do agente, amparado pelo Art. 29, VII: “os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e as ambulâncias, além de prioridade no trânsito, gozam de livre circulação, estacionamento e parada, quando em serviço de urgência, de policiamento ostensivo ou de preservação da ordem pública.”, finalizou.

Ainda segundo o coordenador, foram removidas ao pátio um total de sete motocicletas. Na oportunidade, algumas delas fizeram uso do mesmo equipamento de guincho para o traslado, entretanto, o fato de os veículos terem sido guinchados coletivamente não alterará o valor a ser cobrado posteriormente, de R$ 118,00 pelo guincho. Para cada dia em pátio, é acrescido valor diário de R$ 14,00.

A Coordenadoria de Trânsito de Itajaí reforçou seu compromisso com os âmbitos legais,  bem como com o Código de Trânsito Brasileiro, e pontuou sobre o compromisso que tem tido com relação a propostas educativas no trânsito e destacou o programa Motorista do Futuro, que prepara crianças para uma educação no trânsito mais saudável e responsável.

Não conseguimos contato com o Sindicato de Mototaxistas de Itajaí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui