Saúde de Camboriú aplicará dose reforço em pessoas imunossuprimidos

0
15

A Secretaria de Saúde Camboriú, por meio do departamento de Vigilância Epidemiológica, informa que as pessoas com um alto grau de imunossupressão já podem receber a dose de reforço, desde que tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias. A nova etapa da vacinação contra a Covid-19 inicia nesta quarta- feira, dia 6. O drive thru da Policlínica continuará em atendimento das 8h até às 17h, em conjunto com as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Conde Vila Verde, do Santa Regina, do Rio Pequeno e do São Francisco de Assis, que funcionarão das 8h às 12h e das 13h às 16h. Objetivo é garantir que as pessoas que se encontram com sistema imunológico enfraquecido continuem imunizadas.

De acordo com o coordenador da Vigilância Epidemiológica, enfermeiro, Thiago Regiel Vilcinskas, para a aplicação da vacina a pessoa deve apresentar um documento de identificação com foto, CPF, carteira de vacina e comprovante de condição.

Para comprovar a condição é necessário ter em mãos pelo menos um dos seguintes documentos: atestado médico ou relatório médico com a indicação da condição da pessoa, contendo a descrição do CID e prazo de validade de 1 ano para as prescrições de medicamentos de uso não controlados; Atestado médico ou relatório médico com a indicação da condição da pessoa; Prescrição médica ou exames ou receitas que deixem claro a condição da pessoa considerando o prazo de validade de 1 ano para as prescrições de medicamentos de uso não controlados.

Para ser uma pessoa com alto grau de imunossupressão deve ser consideradas as seguintes condições:

– Ser portador de imunodeficiência primária grave;
– Realizar quimioterapia para câncer;
– Ter recebido transplante de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
– Ser portador HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3;
– Utilizar de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;
– Ser usuário de drogas modificadoras da resposta imune;
– Ser paciente em hemodiálise;
– Ser paciente com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Quais são as drogas modificadoras da resposta imune?

– Metotrexato;
– Leflunomida;
– Micofenolato de mofetila;
– Azatiprina;
– Ciclofosfamida;
– Ciclosporina;
– Tacrolimus;
– 6-mercaptopurina;
– Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe);
– Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui