Vereadores de Itapema propõe multa para quem não justificar ausência na vacina contra o coronavírus

Projeto de Lei é de autoria dos vereadores Huan Back e João da Farmácia, considerando o desperdício de doses e o número considerável de faltantes.

0
139

Os vereadores do Município de Itapema Huan Back e João da Farmácia protocolaram para leitura na sessão desta terça-feira (04) na Câmara de Vereadores do Município, o Projeto de Lei que prevê multa aos pacientes que não justificarem ausência na aplicação da vacina contra o coronavírus. O Projeto, que pode virar Lei se aprovado pelos demais vereadores, visa inibir o desperdício das vacinas causadas pela falta de comparecimento aos agendamentos para vacinação, que em Itapema pode alcançar de 25% a 30%.

Antes da criação do Projeto de Lei os vereadores buscaram acompanhar de perto o processo de vacinação e entender a situação. O secretário de saúde do Município de Itapema Alexandre Furtado Kons dos Santos, explicou que o Município tem enfrentado dificuldades ao longo da vacinação com as ausências. “A ausência dos pacientes já é um padrão observado nas consultas e exames ao longo do ano. Iniciamos a vacinação com agendamentos e constatamos uma ausência de 25% a 30%, optamos então pela distribuição de senhas, que tem contribuído para o comparecimento” – explica o secretário.

A proposta é que a multa para quem não justificar a ausência no momento da aplicação da vacina ao menos 48 horas antes do horário previsto seja de 51 UFRM, equivalente a R$201,96.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui