Cabeçudas avança como modelo para setorização da rede de água

0
19

O Semasa está modernizando as tecnologias de medição que administram a distribuição de água tratada em Cabeçudas. Na manhã desta sexta-feira (30), um novo macromedidor está sendo instalado na estação de recalque que abastece o reservatório do bairro.

A atualização do equipamento vai fornecer maior precisão na geração dos dados de consumo e no controle de vazão e pressão. Como Cabeçudas é um dos poucos setores já isolados no sistema de distribuição de Itajaí, devido à sua configuração geográfica, o estudo das novas informações coletadas vai servir de modelo para a operação do abastecimento após a realização da setorização de toda a rede, projeto que tem grande prioridade dentro do planejamento do Semasa.

Com o novo macromedidor, também será possível detectar vazamentos mais rapidamente e ganhar eficiência energética na operação, recuperando o investimento por meio da economia nas despesas com energia elétrica. O equipamento, que tecnicamente é denominado “medidor sensor de vazão eletromagnético DN 150 mm”, foi adquirido por R$ 6,2 mil, em conjunto com outro material semelhante, que está operando na Brava, com preço de R$ 8,5 mil.

“A setorização é uma realidade que precisamos expandir em Itajaí, porque é fundamental para o bom funcionamento do sistema, como a experiência em Cabeçudas confirma cada vez mais”, acrescenta Victor Silvestre, diretor de saneamento do Semasa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here