Festival de Terno de Reis é mantido em Itajaí e será feito pelas redes sociais

Em tempos de pandemia, a tradição está garantida com uma live nas redes socais para realizar a 31ª edição do Festival de Terno de Reis Padre Ivo Petry, da Paróquia São Pedro Apóstolo, do bairro Itaipava.

0
30

Os cantos de Natal celebrando o nascimento de Jesus enchem as igrejas, casas e reuniões em festivais. Na Zona Rural de Itajaí, o Terno de Reis continua vivo e todos os anos, no bairro Itaipava é realizado um festival para reverenciar essa que é uma das mais tradicionais heranças religiosas e culturais da região. Além dos festivais, os grupos tocam em missas e percorrem às casas nas comunidades para levar as cantigas do Terno de Reis. É tradicional bater à porta e acordar os donos da casa com as cantorias que anunciam a  chegada de Cristo. As famílias sempre esperam com doces, salgados e bebidas pelas reisadas  que também despertam a vizinhança. Uma tradição que passa e pai para filho e que é mantida sob a liderança de um jovem. O comerciante Tarcísio Simas, que nessa época do ano, junta os grupos para não deixar morrer a cultura. Com a pandemia e para evitar aglomerações, esse ano o tradicional Terno de Reis vai ser pelas redes sociais. Através dos canais de transmissão, a tradição vai chegar no conforto do lar das pessoas da comunidade e de quem quiser assistir uma das mais celebradas manifestações do catolicismo nessa época do ano.

Tradição veio com os portugueses 

O terno de Reis é uma das manifestações culturais herdadas dos  açorianos. Lembra a atitude dos Três Reis Magos, que partiram em uma jornada à procura do local de nascimento de Jesus para fazer homenagens. Adotou-se a  chegada dos Três Reis Magos a  Belém como sendo o dia 6 de janeiro. Os festejos de Natal são comemorados por grupos que visitam as casas, tocando músicas alegres em louvor aos “Santos Reis” e ao nascimento de Jesus. Essas manifestações festivas estendiam-se até a data consagrada aos Três Reis Magos. É uma tradição vinda da Península Ibérica que ganhou força especialmente no século XIX e que se mantém viva em muitas regiões do País. Em Santa Catarina concentra-se mais no litoral, área de colonização portuguesa. Cada grupo, chamado em alguns lugares de Folia de Reis, em outros Terno de Reis, é composto por músicos, tocando instrumentos, em sua maioria de confecção caseira e artesanal, como tambores, reco-reco,além da tradicional viola  caipira e do acordeão, também conhecida em certas regiões como sanfona  ou gaita. Em termos musicais, os instrumentos usados nas cantorias são praticamente os mesmos, podendo variar de um grupo para o outro. Outra característica importante é a presença de um mestre folião, que é aquele responsável pela criação dos versos, depois repetidos pelos foliões. Na região são vários grupos que se reúnem em festivais e que essa ano estarão presentes na live.

Festival também deve ajudar a Paróquia da Itaipava 

Os organizadores do Festival de Terno de Reis Padre Ivo Petry também buscam patrocínio para realizar a live. A cota é de $R100,00, mas toda quantia é bem -vinda e o dinheiro será usado para a reforma da Igreja São Pedro Apóstolo.

Os contatos para doações são : Marcelo (47)99985-5831/ Tarcísio (47)99237-9236

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here