Home Estado Governador Carlos Moisés apresenta resultados de gestão ao setor cooperativista catarinense

Governador Carlos Moisés apresenta resultados de gestão ao setor cooperativista catarinense

O governador Carlos Moisés recebeu representantes do setor cooperativista do Estado para uma reunião na tarde desta quarta-feira, 19, no Centro Administrativo. O encontro teve a apresentação de um balanço parcial da administração estadual até o momento, destacando a economia proporcionada pelo esforço de gestão.

Os presidentes da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), Claudio Post, e da central Sicoob para os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, Rui Schneider da Silva, se mostraram impressionados com os números divulgados pelo governador, com ações como a Reforma Administrativa, o Governo Sem Papel, o uso do pregão eletrônico e a revisão de contratos, além do pagamento da dívida da Saúde, que chegou a ultrapassar R$ 1 bilhão.  Também salientaram a qualidade dos serviços oferecidos pelo Estado.

”Apresentamos os números do nosso primeiro ano de Governo, saindo de um déficit de R$ 1,2 bilhão em 2018 para um superávit de R$ 161 milhões no ano passado. Cada ação do Governo trouxe uma economia milionária. Esse conjunto permitiu que fizéssemos investimentos em infraestrutura com recursos próprios. Essa troca de informações também fez a gente entender ainda mais o valor do cooperativismo catarinense, além de mostrar a eles o valor de uma gestão pública de qualidade”, afirmou o governador após o encontro.

Entidades reconhecem avanços na gestão estadual

A Fecoagro e o Sicoob também apresentaram ao governador seus resultados, destacando a importância do cooperativismo para Santa Catarina e o Brasil. Na visão do presidente do Sicoob, o encontro foi muito produtivo e proporcionou ganhos para os dois lados. Segundo Rui Schneider da Silva, os representantes do cooperativismo tiveram a oportunidade de mostrar o seu trabalho e discutir projetos para Santa Catarina, enquanto o Governo também pôde apresentar os seus resultados.

“Tivemos a oportunidade de mostrar o que o nosso Sicoob representa para Santa Catarina, com o nosso milhão de associados. Estamos em 90% dos municípios. Por outro lado, também foi muito importante para nós conhecer um pouco mais da realidade de Santa Catarina, por meio da apresentação dos números das economias que o Estado fez. Dessa maneira, podemos avaliar o conjunto de ações. Ficamos muito satisfeitos com a participação nessa audiência”, destaca.

“Santa Catarina já é um Estado bem administrado e continua melhorando a sua gestão. Isso é muito importante para a sociedade”, disse o presidente da Fecoagro, Claudio Post. Segundo ele, a diferença entre se estar bem ou não depende muito da gestão, seja no setor público ou privado. “A gestão precisa ser cada vez mais técnica e profissional, pois os recursos são escassos e precisam ser bem aproveitados. Precisamos promover a produtividade para a melhoria da qualidade de vida, e o Governo tem boas ações para mostrar, assim como o setor produtivo. Santa Catarina é um Estado de excelência”, conclui.

Os secretários de Estado da Fazenda, Paulo Eli, da Administração, Jorge Eduardo Tasca, e da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, também participaram do encontro, assim como o diretor executivo da Fecoagro, Ivan Ramos, e a diretora de operações do Sicoob, Maria Luiza Lazarin.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Águas de Penha instala os módulos da Estação de Tratamento de Água

A Águas de Penha instalou nesta quarta-feira, dia 21, os três módulos metálicos que compõem a Estação de Tratamento de Água (ETA Penha).  A...

Judiciário de SC se aproxima de um milhão de decisões judiciais durante a pandemia

O Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) se aproxima da marca de um milhão de decisões judiciais desde a segunda quinzena de março, período em...

Programação inédita será apresentada durante a Feira da Oportunidade

Mais de 300 mil pessoas já passaram pela Feira de Oportunidades. O evento, que já foi realizado por várias cooperativas do Sistema Ailos, aconteceu...

Município deverá reassentar moradores de área irregular, mas sem desconsiderar pandemia

O município de Itajaí terá 60 dias para promover o reassentamento de um grupo de moradores, instalado em um loteamento clandestino do bairro Rio...